2 comentários:
De Ventania a 22 de Dezembro de 2008 às 08:44
Passado, presente e futuro num só ser...
Bem, tenho de dizer que cheguei ao final deste poema e inspirei profundamente uma agradável brisa que me deixou enternecida e confiante.
Beijinho e Feliz Natal!
De Ventania a 23 de Dezembro de 2008 às 23:37
Tudo na vida é tão, tão relativo... Feliz Natal, cara blogónima. Beijoca.

Comentar post