2 comentários:
De Princesa a 9 de Fevereiro de 2009 às 15:38
Lindo poema...

Bjs*
De Ventania a 10 de Fevereiro de 2009 às 08:37
=) Como os amores deviam ser sempre: infinitos (enquanto durem)

Comentar post