Terça-feira, 7 de Abril de 2009

balanço

Custa.

Custa-me quando tenho razão e custa-me pensar nisso. Custa também evitar pensar, que é quando penso mais e ali fico estagnada. Detesto que tudo aconteça como planeado. Quem planeou? Adivinhava-o, mas adorava estar errada. A previsibilidade embaça-me e tira-me o apetite. Os escapes condicionados. Nada poderá repetir-se, pois não? Ou é mesmo isso que se passa e por nada mais se passar empalideço?

 

Preciso duma surpresa. Daquelas boas, com risos e arrepios.

 

Sim, é um pedido.

publicado por Ventania às 19:51
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Sexta-feira, 3 de Abril de 2009

...

A Maggie pediu-me para fazer uma "bucket list". Achei que, da bucket list mental que mantenho desde sempre, podia encontrar 8 sonhos (não apenas pequenas tarefas) que pudesse partilhar aqui. E aproveito para sorrir ao constatar que já consegui riscar alguns dos 'big ones'.

 

Cá vai disto, sem ordem nem lei, que o caos tem mais encanto:

 

- muitas, imensas viagens que ainda faltam; nomeadamente ao Espaço.

- ter experiências paranormais (credíveis e sem contar com OVNIs, que já vi);

- viver uma temporada on the wild, longe da civilização; viver exclusivamente de e para a Natureza; provavelmente com uma tribo indígena algures na América do Sul;

- explorar ao máximo o meu elemento, o Ar (pilotar um avião, voar a velocidade supersónica, voar de helicóptero, fazer queda livrepára-quedismo, asa delta, balonismo...);

- sentir que contribuo activamente para um mundo mais justo, mais belo, melhor;

- ter tempo para fazer uma panóplia de cursos (de línguas, fotografia, pintura, escrita criativa...); editar um livro;

- ver no espelho alguém em quem não encontro defeitos;

- encontrar-me com ele, aqui, neste lugar, sem amarras nem limites, completa e incondicionalmente.


 


 

 

tags: , ,
publicado por Ventania às 22:42
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Março de 2009

Adrift

Errático, à deriva, deambulei. O sal e o céu por companhia, sem tempo nem azul. Numa manhã de verão, encostei-me a uma sombra. Cansado de naufragar, atraquei-me a um cais sereno. Ali sarei os golpes duma erosão lenta que me havia roubado o brilho. Embalado por promessas, serenatas ao luar. Esqueci as ondas que me davam vida. Diziam então que era belo e reluzente. E fiquei. Atracado, sempre ao mesmo sereno cais. Adormeci. Não me lembro de quando caí no sono, não lembro o cerrar de pálpebras. Sonhava, talvez. Quando acordei, perdido, tempestade! As amarras tinham sido cortadas, talvez corroídas pelo tempo! Assustado, quis fugir, não tinha para onde me virar! Trovoada, golpes no convés, quase me afoguei! Parei... Reconheci o instinto que me mantinha vivo, enchi os pulmões daquele áspero ar. Flutuei. Fiz remendos, trabalhei-me, recuperei-me. Reencontrei-me. É grande, o meu mar. Nenhum cais chega para mim. Sem procurar, encontrei o meu lugar. Sorri. Errático, à deriva. Sem amarras. Pertenço aqui. Mesmo que este lugar seja vazio, sem ti. Se um dia chegares, estarei aqui.

sinto-me: I belong here with you
publicado por Ventania às 11:11
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Março de 2009

e para ti, o que é a cenoura?

 


Esta é, com amor e carinho, para os companheiros de luta.

sinto-me: e o burro, quem é?
publicado por Ventania às 20:01
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 24 de Março de 2009

?

Como é que se mantém toda uma estrutura de pé quando apenas um dos alicerces não está danificado?

sinto-me: trying to stay sane
tags: , ,
publicado por Ventania às 20:30
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Sábado, 21 de Março de 2009

question mark

my (w)hole life.

sinto-me: ??????????????????????????????
publicado por Ventania às 03:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Março de 2009

Silêncio

De ti. De mim e do mundo. Sem ver e sem ouvir, não estou. Ao longe. Pode ser só miragem. Melhor que seja emptiness. Ausência. Vazio. Inundação de coisa nenhuma. Onde?

Vácuo.

Fui.

sinto-me: n.d.e.
publicado por Ventania às 22:24
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Domingo, 15 de Março de 2009

let me hug you

 

 

I still miss you...

I still miss your smile...

I still miss your light...

I still want (you to want me) to hug you...

 

publicado por Ventania às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 13 de Março de 2009

O Sorriso - Eugénio de Andrade

 

 

Creio que foi o sorriso, 

o sorriso foi quem abriu a porta. 
Era um sorriso com muita luz 
lá dentro, apetecia 
entrar nele, tirar a roupa, ficar 
nu dentro daquele sorriso. 
Correr, navegar, morrer naquele sorriso.
                 

 

 

I miss your smile...
I miss your light...

             I miss you...

 

 

sinto-me: wishing for
publicado por Ventania às 07:07
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 12 de Março de 2009

short winter break

Finalmente, chegou a hora de fazer mais uma pausa no quotidiano (curtinha, é o que se arranja). E vai saber que nem ginjas, que é como quem diz, vai saber a poncha.

 

sinto-me: wings wide open
tags: , , ,
publicado por Ventania às 04:15
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 8 de Março de 2009

Divagações

E porque não aplicar na vida pessoal as receitas de sucesso na vida profissional e vice-versa? Podemos ponderar, fazer contas, pesar prós e contras… No fim nunca se tem muito a perder, pois não? Tenho perfeita consciência de que as minhas prioridades não são paralelas às da maior parte das miúdas da minha idade, ou contexto (já que a idade vai padecendo de desfasamentos counterclockwise). Ambicionar aventura em vez de solidez, paz em vez de dinheiro, extremos em vez de pacatez, é assim tão outlier? O mundo é imenso, a Vida é imensa, as nossas pernas tão curtas… Se não as mexermos, vai cair-nos no colo a realização de algum sonho? Aí sim está um risco que não pretendo correr, que até prova em contrário só tenho esta vida para aproveitar ao máximo. E carpe diem, todos os dias. Dificuldades, venham elas!, sem obstáculos o caminho tornar-se-ia monótono.

Louca? Pode ser, mas se é nesta loucura que me encontro a mim e ao meu caminho, não lhe vou fugir. Vou abraçar a insanidade, respirá-la e fazer-me à estrada. Em que direcção, não sei. Tenho na bagagem tudo o que preciso, mesmo sem aquela parte de mim que perdi por cima das nuvens. Talvez a volte a encontrar um dia, along the journey.

publicado por Ventania às 19:19
link do post | comentar | favorito
|

Cacilheiro

 

Já não andava de cacilheiro há, talvez, mais duma década. O tempo parou, devo dizer, no que diz respeito ao trajecto e ao navio. Tétrico, sombrio. Gostei.

sinto-me: stuck in the 80's for a while
tags: , , ,
publicado por Ventania às 02:13
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Março de 2009

Reencontros

Hoje vai ser um dia de reencontros. Curioso como o acaso os reuniu no mesmo canto do continuum espacio-temporal.

Hoje é dia de retornar a um ponto de onde há muito parti, cheia de pontos de interrogação nos bolsos e vontade de entrar por novas portas. Entrei, era um labirinto, mas não desisti, como nunca desisto de nada do que quero. De volta a este ponto, vejo luz difusa, porém, Luz. Não é escuro o meu futuro, porque jamais o permitirei. Incerto, sim, que bom!

Hoje é também dia de voltar ao local onde o meu coração disparou com um sorriso, à velocidade da luz, e comecei a temer uma profecia antiga, aparentemente irracional. Já mencionei que o perdi, ao coração? A quem o possa encontrar por aí, deixai-o estar, que as mazelas fora do peito talvez doam menos, em falsete. Deixei de preferir a dor aos analgésicos (emocionais, entenda-se)… Sabemos todos que as pessoas não servem para penso-rápido e orgulho-me de ter conseguido resistir a essa apelativa tentação. Melhor assim, menos baixas a registar.

Pensando bem, adensa-se a coincidência… Não era por ali que se encontravam aqueles estranhos personagens, entre insinuações e reticências?

Uns passos à frente, reencontro ainda a esquina em que te senti pela última vez. Estava(s) frio. Hoje, um raio de sol mesmo que chova. Daqui, ainda… tudo.

And last, but surely not least, um reencontro há tanto tempo desejado… Com uma pessoa tão, mas tão importante por estes anos fora. Repito-me: a distância só ilude os olhos. Que bom ter-te de volta, ouvir-te e tornar a pegar em tantas cumplicidades como pegas nas minhas mãos, com ânsias de intimidades revisitadas. Como se nunca tivesses partido.

Hoje vai ser um dia de reencontros.

sinto-me:
publicado por Ventania às 06:06
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Março de 2009

Coisas que me irritam (GRRRRRR)

  • pessoas que não cumprem com a palavra, seja com compromissos ou promessas; que dizem que vão e não vão, que dizem que fazem e não fazem, que apregoam intenções mas são incapazes de cumpri-las. É uma enorme falta de personalidade.
  • tocarem à campaínha quando estou no banho; aliás, ser incomodada de qualquer maneira quando estou no banho...
  • pessoas encostadas aos postes do metro - aqueles que servem para nos agarrarmos em vez de ter de encontrar maneira de nos segurarmos sem tocar na pessoa que decidiu encostar a nuca, as costas e o rabo ao mesmo. Humpf!
  • fazerem-me perguntas e interromperem a resposta - uma falta de respeito.
  • gente que se faz de vítima, os mais infelizes e azarados do planeta, coitadinhos...
  • conversas de chacha, cheias de futilidades, de segundas-intenções... e vazias de conteúdo.

 

sinto-me: not angry at all! =)
tags: ,
publicado por Ventania às 19:51
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 4 de Março de 2009

...

Quando não couberes num poema

[estandarte]

Quando o frio te arrepiar a nuca

[sussurro]

Quando no topo da solidão olhares em volta

[segredo]

Quando sorveres do imediato o último suspiro

Estará lá o meu abraço aberto, porto de abrigo

Estará o meu Amor a envolver-te

E um beijo a embalar-te

 

Quando te encontrares e no reflexo me vires

Quando ousares galopar sem medo o sonho

Mergulha no meu mar

Amor

Entrega-te sem pesos

Deixa a bagagem, a roupa e as fugas na margem

 

Eu sou tua

Amor

Rendida

Encontra alento num canto de dor

Deixa-te voar comigo

sinto-me: rendida, despida...
tags: , , ,
publicado por Ventania às 18:58
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 3 de Março de 2009

Hoje é dia de...

Ventania!

tags: ,
publicado por Ventania às 18:51
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Sábado, 28 de Fevereiro de 2009

?

I can't be who you are...

Though I'm becoming who I'd rather you had never been.

sinto-me: karma comes, karma goes
música: Linkin Park - Leave Out All the Rest
publicado por Ventania às 23:32
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

sobre mim

pesquisar

 

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Out of reach

take 1

07-07

...

Sinastria amorosa de Vent...

I mean it

A romã

esferográficas

Um baú mal fechado

À janela, no Chiado

Post Scriptum para F.

Gone fishing

F.A.

as eternidades já se acab...

Breve história dum abraço...

Eu quero!

...

balanço

...

Adrift

e para ti, o que é a ceno...

?

question mark

Silêncio

let me hug you

O Sorriso - Eugénio de An...

short winter break

Divagações

Cacilheiro

Reencontros

Coisas que me irritam (GR...

...

Hoje é dia de...

?

Pablo Neruda

divagações a ver passar c...

Wanted

evasões?

Ganda pintarola

É oficial,

...

um momento

No Regrets - Robbie Willi...

saudades

"Suddenly Monday" - Melan...

Soneto de Fidelidade - Vi...

¿Por qué no te callas?

Sobre a auto-comiseração:...

Procuro

about fighting, not ever ...

arquivos

tags

todas as tags

crème de la crème

Breve história dum abraço...

...

balanço

Adrift

Silêncio

Procuro

Como quem rasga poemas...

um momento

evasões?

Auto-retrato

links

comentários recentes

espelhos de bolso.pequeninos, deprimem-nos- fazem-...
muito bonito , muito tocantegostei bastante !PARAB...
É muito útil para me.I foi muito feliz em encontra...
Nice informações apresentadas no post, obrigado p...
Boa noite!Sou o proprietário de uma obra inédita d...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
Já regressei, minha querida. Aliás, nunca fui long...
Só hoje vi o fim do teu blog... Sinceramente, lá d...
Não. não és só tu a perder calçado!Neste momento e...
Os filmes indianos têm aquele problemas.... há mus...

subscrever feeds