Sexta-feira, 28 de Novembro de 2008

Time After Time

 

Lying in my bed I hear the clock tick,

And think of you
Caught up in circles confusion
Is nothing new
Flashback warm nights
Almost left behind
Suitcases of memories,
Time after

Sometimes you picture me
I'm walking too far ahead
You're calling to me, I can't hear
What you've said
Then you say go slow
I fall behind
The second hand unwinds

If you're lost you can look and you will find me
Time after time
If you fall I will catch you I'll be waiting
Time after time

If you're lost you can look and you will find me
Time after time
If you fall I will catch you I'll be waiting
Time after time

After my picture fades and darkness has
Turned to gray
Watching through windows you're wondering
If I'm ok
Secrets stolen from deep inside
The drum beats out of time

If you're lost you can look and you will find me
Time after time
If you fall I will catch you I'll be waiting
Time after time

You said go slow
I fall behind
The second hand unwinds

If you're lost you can look and you will find me
Time after time
If you fall I will catch you I'll be waiting
Time after time

If you're lost you can look and you will find me
Time after time
If you fall I will catch you I'll be waiting
Time after time

Time after time
Time after time
Time after time

 


esta é p'ra ti, que me dás música ;)

sinto-me:
publicado por Ventania às 22:15
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 31 de Agosto de 2008

Perdida por ti - Lúcia Moniz

Todas as estórias, todas as canções, deviam ser assim
: puras, simples, despretensiosas e com um final feliz.
 
 
 
 
Os anjos não têm costas por isso não te vi 
Só mais tarde ao passar eu reparei em ti 
Quando quis desviar os meus olhos dos teus 
Já não era possível já não te disse adeus 
Os anjos têm asas e abriste-as para mim 
Levaste-me ao céu e eu fiquei assim 
Voando por aí 

Completamente perdida por ti 
Completamente perdida por ti 

Os anjos não têm casa telefone ou morada 
E assim fiquei à espera de uma tua chamada 
Mas como para os anjos o tempo não existe 
O tempo foi passando e eu cada vez mais triste 
Deixei a minha nuvem perdi-me por aí 

Completamente perdida por ti 
Completamente perdida por ti 

Os anjos não têm sombra
e eu não te vi descer do céu 
Com uma flor que me querias oferecer 
Hoje vivemos juntos aqui ao pé do mar 
Porque eu não tenho asas porque eu não sei voar 
Mas sempre que eu te peço tu levas-me ao céu 
Abres as tuas asas e o teu corpo é meu 
E deixas-me nas nuvens voando por aí 

Completamente perdida por ti

 

 

 

 

publicado por Ventania às 19:14
link do post | comentar | favorito
|

sobre mim

pesquisar

 

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Time After Time

Perdida por ti - Lúcia Mo...

arquivos

tags

todas as tags

crème de la crème

Breve história dum abraço...

...

balanço

Adrift

Silêncio

Procuro

Como quem rasga poemas...

um momento

evasões?

Auto-retrato

links

comentários recentes

espelhos de bolso.pequeninos, deprimem-nos- fazem-...
muito bonito , muito tocantegostei bastante !PARAB...
É muito útil para me.I foi muito feliz em encontra...
Nice informações apresentadas no post, obrigado p...
Boa noite!Sou o proprietário de uma obra inédita d...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
Já regressei, minha querida. Aliás, nunca fui long...
Só hoje vi o fim do teu blog... Sinceramente, lá d...
Não. não és só tu a perder calçado!Neste momento e...
Os filmes indianos têm aquele problemas.... há mus...

subscrever feeds