6 comentários:
De claudia a 23 de Novembro de 2008 às 20:13
nunca pensei encontrar um texto assim tão sentido e sincero , não que alguma vez tivesse duvidas da tua sinceridade, mas não esperava encontrar algo tão sentido da tua parte.
todos os dias vejo a Andreia profissional, colega ,amiga e conselheira e esqueço que essa Andreia também é mulher e também passa por todos os dissabores que todas passamos, mas também acredito que tenhas uma força enorme dentro de ti que te faz superar todas essas infelicidades e que te faz desejar ir cada vez mais alem , experimentando sentimentos e sensações nunca sentidos .
desejo que encontres a felicidade que todos nós procuramos , mas que também saibas que a verdadeira felicidade esta dentro de nós bjx Cláudia raposo
De Miguel a 23 de Novembro de 2008 às 20:33
Há pouco, no jardim, vi duas árvores sem ramos ou folhas, vi que as deixaram cair, normalmente. Curioso como um ser ali, ermo, calado, me ensinou o que precisava aprender agora... Sim, é preciso deixar ir algumas coisas, para depois surgirem outras.

Fica bem,
Miguel
De Ventania a 24 de Novembro de 2008 às 22:00
A natureza ("Ana Teresa" como dizia um professor meu) é a maior escola, não fosse ela a Mãe.
De desligado a 24 de Novembro de 2008 às 00:20
Com a força que mostras nestas palavras, não tenho dúvidas , vais e mereces ser feliz.

Boa noite
De Ouriço a 25 de Novembro de 2008 às 18:25
Sabes... Este post podia ser meu...
De Wild Falcon a 7 de Fevereiro de 2010 às 12:06
Disseste tudo o que havia para dizer:

"mereço rir até me engasgar, mereço todos os medos do desconhecido, mereço os beijos inesperados, mereço os poemas e as músicas dedicadas, as flores colhidas no campo, mereço cada fotografia tremida."

Agora sente tudo isto no lugar mais profundo do teu ser, porque podes ter a certeza ser mesmo verdade.

Comentar post