5 comentários:
De outraidade a 12 de Dezembro de 2008 às 21:41
O instinto é como o perfume. A primeira baforada é intensa mas depois dilui-se com as interferências. Há dias em que nem uma borrifadela intensa nos chega às narinas, outras vezes é tão intenso que nos causa dor de cabeça. Coisas dos sentidos que nem sempre nos são muito fiéis. Continue a dar-nos as suas palavras...confie no meu instinto.
De Ventania a 14 de Dezembro de 2008 às 12:44
Continuarei, enquanto houver palavras para soprar. =) Obrigada pelo apoio.

Comentar post