De Ouriço a 16 de Julho de 2009 às 00:03
Abraço apertado de quem partilha parte dessas descobertas. Vive a cem, a mil, à velocidade que quiseres, mas vive. Sentindo tudo, até o sal.
De Ventania a 16 de Julho de 2009 às 23:07
Tudo. O sal, o açúcar, o azedo, o picante, o amargo. Tudo aquilo a que tenho (temos) direito. Abraço bom, que esses picos são macios, só afugentam quem não quer ver! Beijo!
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.